Anuncios

 

Obs. Lições Bíblicas de Adolescentes – 2°tri. De 2016 – CPAD
TEXTO BÍBLICO:
Mateus 12.33-37
DESTAQUE:
"A pessoa boa tira o bem do seu depósito de coisas boas, e a pessoa má tira o mal do seu depósito de coisas más" (Mt 12.35).


TROCANDO IDEIAS
A cada dia as notícias circulam pelo mundo em questão de segundos! Os acontecimentos chegam a você cada vez mais rápido. É uma enxurrada de informações! A internet conecta todo mundo a uma velocidade absurda, fazendo conexões que há poucos anos eram impensáveis. Será que há algum perigo nisso?
LEIA TAMBÉM:
A tecnologia não é ruim por natureza, mas é necessário termos cuidado para uma bênção não se tornar maldição, pois isso pode ocorrer sutilmente sem percebermos o seu real perigo. A Bíblia narra o caso de um profeta cujas palavras de maldição foram lançadas contra o povo de Israel, mas Deus as transformou irremediavelmente em bênção (Nm 22.1-24). Porém, o contrário também pode ocorrer. Aquilo que seria bênção para sua vida, uma vez utilizada de maneira errada, pode levar você ao caminho de maldição.

A MÍDIA VIRTUAL
Quando se fala em mídia virtual a primeira coisa que vem à nossa mente é a internet, não é mesmo?! Em primeiro lugar, por mídia entendemos os meios de comunicação que utilizam recursos eletrônicos, eletromecânicos ou digitais para levar a informação ao público. Assim temos a televisão, o rádio e a internet como exemplos de mídia.

De modo geral, a mídia tem o objetivo de transmitir algum tipo de informação; seja pela televisão, pelo rádio ou pelos sites de internet. Logo, a mídia domina todo o conteúdo que chega até as pessoas para constituir padrões de comportamento na sociedade.
A internet constitui o que chamamos de mídia virtual ou digital. Atualmente, esse tipo de mídia se tornou o grande fascínio da nossa geração. Por certo você se encontra conectado de alguma maneira, não é mesmo?!

Como na mídia convencional, na virtual se publica informações segundo uma forma particular de compreender o mundo: aqui "mora" um dos perigos de qualquer mídia, bem como na mídia virtual, ou seja, a intenção de publicar conteúdos de formação de opinião.

Como tudo na vida, a mídia virtual pode ser usada para o bem ou para o mal. Ora, podemos usá-la para falar do amor de Deus, reencontrar parentes distantes ou amigos que não mais encontramos. Entretanto, o perigo também habita esse tipo de mídia. Quantos conteúdos são veiculados neste veículo que vão contra os princípios da Palavra de Deus e tudo o quanto é sadio para vivermos bem?

Você precisa ter o cuidado com o que colocará diante dos seus olhos (SI 101.3). Geralmente, não fazemos tudo o quanto é bom e que agrada a Deus porque optamos por fazer o mal: Esta é a situação do pecador! Infelizmente, as mídias virtuais possuem uma variedade de lixos digitais à distância de um click. A Bíblia nos aconselha e estimula: "Por último, meus irmãos, encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correio, puro, agradável e decente" (Fp 4.8). Ou seja, avalie se o conteúdo que você tem consumido através das mídias virtuais é bom, verdadeiro, puro e assim terá um parâmetro de comparação para saber se deve ou não continuar consumindo esse conteúdo.

CONECTAR OU NÃO CONECTAR, EIS A QUESTÃO!
O problema com a mídia virtual não é a sua existência por si mesma, mas a forma que a utilizamos e os problemas gerados a partir do uso equivocado desse instrumento. Um grave problema da geração atual de adolescentes é o de trocar a vida real pela virtual. Muitos têm se deixado seduzir pela criação de personagens virtuais; seja nas redes sociais, em jogos eletrônicos ou em salas de bate-papo. Assim, se esquecem de se relacionar na vida real.

Jamais troque um bate-papo com seus amigos reais por um virtual! Lembre-se de que Deus nos criou como seres que precisam se relacionar sinceramente, e que por isso nos colocou dentro de uma família (Gn 2.18-25). Portanto, não troque o aconchego do seu lar, uma boa conversa com os seus pais, com os seus amigos e com as pessoas, por horas de trocas de mensagens virtuais que se perdem pelo tempo, fazendo posteriormente você se sentir inútil, pois aquele tempo todo foi mal aplicado e desperdiçado.

A mídia virtual pode ser utilizada para fins benéficos. Mas lamentavelmente também pode ser usada para fins malignos, pois atualmente presenciamos o aumento da segmentação familiar, distanciando paulatinamente os filhos dos seus pais ou o contrário.
Faça um teste! Quando você entrar num metro ou num ônibus, ou caminhar pelas calçadas, repare que quase a totalidade das pessoas estão em estado de "hipnose" com os seus aparelhos, seja pelo uso do "zap" ou pelo uso do "face". Infelizmente essa prática tem achado lugar em nossos cultos, escolas e lares! A conversa olho no olho tem desaparecido das nossas salas de jantar e das demais reuniões. N5o foque o seu olho no mundo virtual. Mas foque na vida real: ela passa rapidinho.

Família unida permanece unida, mas diariamente conectada...
Conseguir a atenção de alguém hoje não é uma tarefa fácil, Manter uma conversa simples e direta com alguém, sem que este não olhe para a tela do celular, é quase impossível. Pessoas, uma ao lado das outras, conversam via mensagem eletrônica, ignorando por completo a existência de outras pessoas ao seu lado. Entre a família, as conversas são concentradas no vídeo engraçado ou num material recebido por mensagem. O pai, a mãe ou o filho seguem ignorados sistematicamente.

Esse enfraquecimento nas relações familiares gera um impacto indescritível em nossa vida, e por consequência, em nossa sociedade. Os estragos causados são inimagináveis: adolescentes depressivos, suicidas, introvertidos, sem habilidade de comunicar-se, e muitos outros males. Cuidado para não ficar conectado demais e se esquecer da vida real! Esta é um dom de Deus para você! Experimente a beleza de valorizar o presente que Deus lhe deu: a sua família.

Conclusão
Como vimos a mídia virtual em si não é um problema, mas o modo como a utilizamos e o conteúdo que nela consumimos que define se ela é boa ou má para nós. Use as mídias virtuais com sabedoria e prudência, não se deixe seduzir por esse mundo, mas que a sua mente seja formada e transformada pelo Espírito Santo (Rm 12.2).

REFLETINDO
1. Você acha que existe algum risco em utilizar mídias virtuais?
2. Quanto tempo você gasta por dia consumindo mídia virtual?
3. Reflita em casos que a mídia virtual pode ser boa e ruim para nossa vida.

Que meios você e sua família usam para se relacionar?
(     ) Redes sociais
(     ) Refeições em família
(        ) E-mails
(        ) Passeios
(        ) Outros

Qual é o tipo de mídia você mais utiliza?
(        ) Televisão
(        ) Rádio
(        ) Internet

  LEIA TAMBÉM:


 
Top