Anuncios

 

TEXTO BÍBLICO – Tito 2.1-10
1 TU, porém, fala o que convém à sã doutrina.
2 Os velhos, que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, no amor, e na paciência;
3 As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem;
4 Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos,
5 A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada.

6 Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados.
7 Em tudo te dá por exemplo de boas obras; na doutrina mostra incorrupção, gravidade, sinceridade,
8 Linguagem sã e irrepreensível, para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós.
9 Exorta os servos a que se sujeitem a seus senhores, e em tudo agradem, não contradizendo,
10 Não defraudando, antes mostrando toda a boa lealdade, para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus, nosso Salvador.
DESTAQUE
"Use palavras certas, para que ninguém possa criticá-lo e para que os inimigos fiquem envergonhados por não terem nada de mau a dizer a nosso respeito." (Tt 2.8)

LEITURA DEVOCIONAL
SEG................................................................Mc 1.14,15
TER................................................................2Tm 4.2
QUA...............................................................Tt 2.7
QUI................................................................Rm 12.2
SEX.................................................................1Ts 5.1-11 SÁB...................................................................2Tm 2.15
DOM...............................................................Cl 3.5 - 11
APRESENTAÇÃO
Professor, o maior desafio da vida cristã da século 21 é praticar o que se ensina; é ensinar vivendo, não apenas falando, pois a prática do ensino jamais pode ser divorciada da vida do ensinador. À semelhança de nossa sociedade, nossos alunos também não aceitam mais qualquer coisa. Você precisa ser um bom exemplo para os adolescentes que estão sob sua liderança na classe. Para alguns que não têm seus pais na igreja, você será tudo de Jesus que eles ouvirão e verão. A sua vida, e não somente o seu discurso, será o que eles de fato vão avaliar e seguir. Não se esqueça: você é o referencial deles. Pense nisso!
 
A carta de Paulo a Tito é classificada como "carta pastoral", pois foi escrita para auxiliar o jovem líder com questões relacionadas à vida da igreja que estava localizada na ilha de Creta. Pelo que sabemos, Tito era um cristão de origem grega (Gl 2.3), conduzido a Cristo por intermédio do ministério de Paulo (1.4). Era um amigo querido de Paulo. O próprio apóstolo deu testemunho dele ao dizer "afirmo que ele é meu companheiro de trabalho na ajuda que dou a vocês" (2 Co 8.23).

Pregue a VERDADE
Na igreja de Creta, haviam se infiltrado semeadores da mentira e da discórdia; pessoas que "vieram do judaísmo, que eram revoltadas e enganavam os outros com as suas tolices" e que atrapalhavam famílias inteiras com seus ensinamentos errados de casa em casa (Tt 1.10,11). O apóstolo revela-nos a verdadeira motivação por detrás de seus ensinos: "a intenção vergonhosa de ganhar dinheiro" (1.11); e como se não bastasse estavam cheias de ódio, eram rebeldes e não eram capazes de fazer nenhuma coisa boa(1.16). Paulo diz ao jovem líder que ele não deveria aceitar passivamente o ensino dos falsos mestres. Pelo contrário, ele deveria repreendê-los duramente, a fim de torná-los sadios na fé (1.11,13). Diante disso, o apóstolo convoca Tito a ensinar o que está de acordo com a doutrina verdadeira (2.1). Paulo entende que a melhor maneira de combater uma heresia é ensinando a verdade.

O que há de comum entre a época de Tito e a nossa é a maldade das pessoas. Há pessoas gananciosas em nosso meio, que só pensam em construir riquezas. São escravas de Mamam. É perceptível aos olhos e aos ouvidos a multiplicação do evangelho falsificado, pois nosso Senhor disse que nos últimos dias surgiriam falsos profetas (Mt 7.15-20; 24.24).
Tito precisava combater o "fogo estranho" da heresia com o fogo verdadeiro do Evangelho. Era necessário vencer a mentira pela verdade. Paulo diz que um comprometimento com o evangelho da graça traz desdobramentos para vida inteira, independente da faixa etária, sexo ou posição social (2.2-10). Não basta doutrina carreta, é preciso anunciá-la por intermédio da conduta correta. Verdade nos lábios deve ser também verdade na vida.
 
Adolescentes, precisamos urgentemente ser bíblicos em nossa maneira de pensar e agir. Precisamos ter um compromisso com a verdade, tanto pregada quanto vivida. É preciso ter verdade nos lábios, mas também nas ações; é preciso Cristo no púlpito, mas também na vida; na igreja, mas igualmente em casa; precisamos de despertamento, mas também de avivamento; de conhecimento na mente, mas de fogo no coração. Entretanto, isso só será possível a partir de um compromisso real com a Palavra de Deus (He 3.2), coma vida de oração (At 2.42) e com um viver santo e irrepreensível (Hb 12.14).

AUXILIO TEOLÓGICO
Se estudarmos cuidadosamente as epístolas pastorais, veremos que a ênfase de Paulo na instrução basicamente se concentra em modelar um estilo de vida e não em transmitir a verdade. Esta segunda geração de cristãos conhecia e aceitava as doutrinas básicas da nossa fé. O que eles mais necessitavam era aprender como viver em harmonia com as verdades que conheciam. Nós poderíamos resumir a visão que Paulo tem do ensino usando suas próprias palavras: ensinar é ajudar o povo de Deus a aprender como 'andar na casa de Deus (1Tm 3.15). O segundo capítulo de Tito nos ajuda a entender o que está envolvido neste tipo de ensino. [...] 'Ensinar' em Tito 2.1 é /a/eo, que também significa 'falar, afirmar, proclamar'. Qual deve ser o sujeito desta instrução oral? Não a 'sã doutrina' propriamente dita, mas um modo de vida que está em harmonia com as verdades reveladas que moldam a compreensão que temos a respeito de Deus, e o significado da nossa vida neste mundo (RICHARDS, Lawrence O. Comentário Histórico-cultural do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2007, p.484).

SEJA EXEMPLO DE BOAS OBRAS
Enquanto os falsos mestres não viviam o que pregavam, Paulo convoca a Tito a ser um exemplo de boa conduta em tudo (2.7). Deveria ser sério e sincero em seu ministério de ensino, procurando empregar as palavras certas para que ninguém o acusasse de dissolução. Para o apóstolo, não bastava ter conhecimento teórico, era preciso ter vida exemplar. Tito foi enviado a Creta não apenas para ser um professor de teoria sobre o Evangelho, mas para ser um exemplo de vida irrepreensível por intermédio do Evangelho. Os inimigos deveriam ficar envergonhados por não terem nada de mal a falar sobre sua vida.

As pessoas estão cansadas de discursos vazios, de conhecimento sem prática, de fé sem obras, de preocupação sem cuidado. É urgente a necessidade de harmonizarmos graça e conhecimento, vida e pregação, verdade e fogo do Espírito. Paulo exige de Tito pregação por meio da vida. Pois ele bem sabia que a vida de um servo de Deus é uma carta aberta e lida por todos (2 Co 3.2,3). Logo, o jovem pastor deveria ser um exemplo na doutrina saudável, na seriedade, na sinceridade, no discurso irrepreensível e nas boas obras.

Tudo isso porque "Deus revelou a sua graça para dar a salvação a todos" (Tt 2.11). Como é possível observar, é por meio da graça de Deus que podemos viver uma vida santa diante dEle e dos homens. Pois o apóstolo afirma que ela "nos ensina a abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, correia e dedicada a Deus" (2.12).

A nossa vida deve espelhar o compromisso que temos com Deus e sua Palavra. Nossas ações devem ser cheias de amor, respeito e cuidado. Caso contrário, seremos achados hipócritas e mentirosos diante de Deus e dos homens. Nossas palavras devem ser sim, sim e não, não. Nosso compromisso é com a verdade. Honre a Deus com sua vida. Permita que Ele use sua boca, mãos, pés e olhos para a glória dEle.

AUXILIO DIDATICO
Professor, ao introduzir o segundo tópico proponha aos alunos uma reflexão a partir das seguintes questões: Qual a relação entre aquilo que falamos e aquilo que vivemos? O que é mais importante para vocês, o discurso ou a prática cristã? Quando as pessoas nos analisam elas se detêm naquilo que falamos ou na vida que vivemos? Após ouvi-los, faça uma simples conclusão afirmando que existe uma íntima relação entre teoria e prática, entre vida e discurso. Diga que é interesse de Deus que nossas vidas sejam um reflexo do conhecimento que temos dEle e de sua Palavra, pois assim como é incoerente um professor de educação física que não se exercita, um cardiologista que não se preocupa com a saúde de seu coração, um jogador de futebol que não sabe chutar e marcar; de igual forma, é inconcebível uma pessoa que confessa Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador viver de qualquer maneira. É preciso um compromisso prático com as verdades teóricas que assumimos; precisamos viver o que cremos.

AGUARDE JESUS CRISTO COM EXPECTATIVA E FELICIDADE
A volta de Cristo não deve ser um peso para nós, nem tão pouco motivo de especulação duvidosa. Ao contrário, deve ser a causa de grande alegria e felicidade incomparável. Desta forma, tanto o compromisso com a pregação da Palavra da verdade como a motivação de vivermos uma vida justa e santa são alimentadas pela convicção de que em breve Jesus Cristo voltará para buscar a Igreja que Ele redimiu (2.13). Pois é nessa esperança que vivemos diariamente desejosos de servi-Lo. Afinal de contas, por meio de sua redenção e purificação, Ele nos fez um povo que pertence somente a Ele e que se dedica a fazer o bem (2.14).

Tito deveria ensinar todas essas coisas com autoridade para animar e repreender seus ouvintes (2.15). Ele não poderia permitir que esse ensino fugisse de sua memória ou fosse roubado do seu coração, pois era o fundamento e a base de sua vocação.

Permita que a graça do Senhor discipline sua vida, a fim de que você seja educado para glorificar a Deus em toda a sua maneira de viver, sem ter do que se envergonhar. Embora você viva "neste mundo", você não pertence a ele; pois sua mente foi transformada por Deus (Rm 12.1,2) para viver uma nova vida comprometida com a santidade do Senhor. Deus o abençoe!

AUXÍLIO TEOLÓGICO
"Embora Tito 2.1-14 descreve os benefícios da salvação por meio da obra de Cristo, esses versículos também funcionam como uma exortação a viver a vida cristã. [...] O cerne da mensagem do apóstolo centra-se na ética da santidade. Antes de mencionara provisão da salvação, Paulo enfatiza o que se deve renunciar (impiedade) e o que se deve buscar (sobriedade e devoção), A ligação da salvação com a instrução é digna de nota. Não existe pensamento de que a salvação possa ser vivenciada sem a expectativa de um tipo distinto de vida. [...] A vida cristã no 'presente século' tem de ser consistente com a expectativa escatológica. A salvação deve transformar a vida atual do cristão, ao mesmo tempo em que ele aguarda o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cisto' (v.13). A salvação iniciada pela primeira vinda de Cristo será concluída no segundo advento" (ZUCK, Roy B. (Ed.). Teologia do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, pp.389-90).

Tito 2.7
NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje):
"Você mesmo deve ser, em tudo, um exemplo de boa conduta. Seja sincero e sério quando estiver ensinando."

ARC (Almeida Revista Corrigida):
"Em tudo, te dá por exemplo de boas obras; na doutrina, mostra incorrupção, gravidade, sinceridade."

Romanos 12.2
NTLH:
"Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele."
ARC:
"E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pelo renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Mateus 24.24
NTLH:
"Porque aparecerão falsos profetas e falsos messias, que farão milagres e maravilhas para enganar, se possível, até o povo escolhido de Deus".
ARC:
"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos."


Revista de Adolescentes - Professor 4º Tr. 2016/Divulgação: www.sub-ebd.blogspot.com
 
Top