FECHAR
Clique e acesse
 

Obs. Lições Bíblicas de Adolescentes – 2°tri. De 2016 – CPAD
TEXTO BÍBLICO:
Lucas 12.13-21
DESTAQUE:
“E continuou, dizendo a todos: - Prestem atenção! Tenham cuidado com todo o tipo de avareza porque a verdadeira vida de uma pessoa não depende das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas" (Lc 12.15).


TROCANDO IDEIAS
Pense rápido e responda: o que você tem de mais precioso? O seu telefone? Ou a sua bicicleta? A sua roupa da moda? Ou o seu vídeo game que acabou de ser lançado? É o ultimo passeio realizado?
Você concorda que o caráter é mais precioso do que todos esses bens? Nenhum bem material, por mais caro que seja, é mais precioso e importante do que o caráter. Sabe por quê? Vamos descobrir nesta lição!

Quando ouvimos falar em herança automaticamente pensamos em riquezas, imóveis, dinheiro etc. Sabemos que o dinheiro pode proporcionar muitas coisas boas como conforto, viagens e compras, por exemplo. Mas será que o bem material é mais valioso do que uma pessoa?
É tudo o que se pode ter na vida?
 
Muitos dizem que o dinheiro não traz felicidade. Mas será que é verdade? Nossa sociedade está contaminada com a "doença" do consumismo, ao ponto de estar mergulhada neste estilo de vida e de ter criado, a partir dos bens consumidos, um padrão de qualidade de vida social. No entanto, um cristão não deve se deixar manipular por esse padrão mundano (1Jo 2.15-17). Mas deve se deixar transformar pelo Espírito de Deus, a fim de ser por Ele aprovado (Tg 1.12). Por isso, veremos que o valor do caráter é a maior herança que uma família pode deixar para os seus membros.

O VALOR DO CARÁTER
Certamente já ouviu essa palavra, mas você sabe o que ela significa exatamente? Podemos entender caráter como "as características (qualidades e defeitos), a maneira de agir e de reagir de uma pessoa". O caráter guia as ações, os valores e o comportamento de uma pessoa.

A partir de nossa decodificação desses valores e ações é que ouvimos falar em pessoas de bom caráter e de mau caráter, isto é, pessoas que se doam em fazer o bem e outras que se entregam em fazer o mal. Quando nos deparamos numa situação em que temos de fazer duas escolhas: uma simples, mas errada; outra difícil, porém certa; a pessoa de mau caráter não pensa duas vezes em seguir pela via mais fácil. Mas o cristão, aquele que nasceu de novo, deve estar pronto para tomar a decisão certa, mesmo que num primeiro momento ela lhe traga algum prejuízo, pois são nessas decisões que demonstramos ter um bom caráter e sermos verdadeiros servos de Deus, transformados por Ele (2 Co 3.18).

A Bíblia nos ensina vários tipos de atitudes e de características que devemos ter para nos desenvolvermos, como uma pessoa que produz o fruto do Espírito em sua vida. Ou seja, portadora de um caráter que Deus deseja para nós. Essa atitude surge nas pequenas coisas, dentro da nossa família. Assim, somos ensinados atomaras decisões cabíveis. Esse caráter segundo a vontade de Deus é a herança de maior valor que podemos receber da nossa família.

O CRISTÃO E A RIQUEZA
Certa vez Jesus contou uma parábola para algumas autoridades judaicas que o testavam, dizendo que um homem tinha como objetivo de vida alcançar grandes riquezas e a posse de muitos bens.

Ao chegar ao fim da vida ele tinha tudo o quanto desejava, mas ao enfrentar a morte os seus bens não lhe serviriam de nada (Lc 12.13-21). Com toda a sua riqueza material, Deus não o considerava rico. Esse é um ponto fundamental que devemos aprender na vida: a riqueza material não deve ser o mais importante da nossa existência.

Nesse aspecto, o nosso Senhor ensinou que a preocupação central do cristão deve ser em fazer a vontade de Deus, pois as nossas necessidades serão por Ele atendidas. E nos alerta para o fato de que os bens acumulados aqui na Terra se acabarão, mas as riquezas guardadas no céu durarão para sempre (Mt 6.19-21). Você tem juntado riquezas? E onde você as tem guardado? Lembre-se: onde estiver o seu coração, ali estará a sua riqueza (Lc 12.34)!

O PERIGO DA AVAREZA
Do que depende a sua felicidade? Neste mundo sofremos a sedução do sistema consumista em que vivemos. A avareza tornou-se um sentimento comum, um instinto de sobrevivência para os padrões econômicos atuais. Porém, como cristãos, apesar de vivermos neste mundo, não pertencemos a ele (Jo 15.18,19). Por isso, não podemos nos conformar com a realidade caótica do mundo em que vivemos e, assim, por intermédio das nossas atitudes, devemos influenciar a sociedade e jamais deixá-la que influencie ou transforme o nosso caráter (Mt 5.13-16).

A avareza nos afasta da vontade do Senhor, pois ao avarento falta a generosidade para com o próximo. Ao invés de dedicar amor ao seu semelhante, o avarento dedica o seu amor ao dinheiro e às riquezas. Falando com os seus discípulos, após o jovem rico se despedir tristemente, Jesus afirmou: UE digo ainda que é mais difícil um rico entrar no Reino de Deus do que um camelo passar pelo fundo de uma agulha" (Mt 19.24). A Bíblia ainda afirma: "Pois o amor ao dinheiro é uma fonte de todos os tipos de males" (l Tm 6.10).
Portanto, à luz do Evangelho, devemos aprender com a nossa família os valores de rejeitarmos a ganância, a avareza e cultivarmos um bom caráter que glorifique ao nosso Pai Celestial.

Conclusão
O caráter é a melhor herança que podemos esperar dos nossos pais. Que possamos aprender em nossa família todo ensinamento a respeito de uma vida de satisfação em Deus. Por isso, devemos fugir do perigo da avareza e reter um bom caráter forjado pelos ensinamentos da Palavra de Deus e sob o cuidado dos nossos pais.

Marque A para avarento e G para generoso:
[      ]  Tem prazer em compartilhar com o próximo
[      ]  É egoísta
[      ]  Dedica o seu amor ao próximo
[      ]  Dedica o seu amor ao dinheiro
Refletindo
1- O que é o caráter?
2- O que guia o caráter?
3- Qual a diferença entre as pessoas de bom caráter e as pessoas de meu caráter?

  LEIA TAMBÉM:


 
Top