TEXTO BÍBLICO
João 14.15-20
DESTAQUE
"Eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Auxiliador, o Espírito da verdade, para ficar com vocês para sempre. O mundo não pode receber esse Espírito porque não o pode ver, nem conhecer. Mas vocês o conhecem porque ele está com vocês e viverá em vocês" (Jo 14.16,17).

LEITURA DEVOCIONAL
SEG................................................................Mt 1.18
TER................................................................Mc 1.8
QUA................................................................Lc 4.18
QUI................................................................Jo 3.5-7
SEX................................................................Rm 8.12-16 SÁB............................................................2Co 1.21-22;3.17-18
DOM...............................................................Ef 1.7,13;5.18
 
Objetivos
- Apresentar o Espírito Santo como nosso Consolador;
- Explicar a natureza do Espírito Santo;
- Conscientizá-los da operação do Espírito Santo.

Material Didático
Mini system ou rádio gravador, folhas de papel A4, um CD.

Quebrando a Rotina
Para concluir a aula desta semana, reproduza em cópias, ou na lousa," a canção "Espírito Santo":   
"Espírito Santo, ore por mim/ Leve pra Deus tudo aquilo que eu preciso/ Espírito Santo, use as palavras/ Que eu necessito usar, mas não consigo Me ajude nas minhas fraquezas/ Não sei como devo pedir/ Espírito Santo, vem interceder por mim/Todas as coisas cooperam pra o bem/ Daqueles que amam a Ti/ Espírito Santo, vem orar por mim/. Estou clamando, estou pedindo/ Só Deus sabe a dor que estou sentindo/ Meu coração está ferido/ Mas o meu clamor está subindo" Trata-se de uma das mais belas canções evangélicas. Uma oração que roga ao Espírito Santo a agir em nossas vidas, como as Escrituras revelam. Ao som de um cd (playback), ou de um violão, entoe esse louvor com a ciasse, em firma de oração. Que a aula dessa semana não seja simplesmente teórica, mas com espiritualidade para que os nossos adolescentes recebam a doce presença do Santo Espírito.
SAIBA MAIS

C
aro professor, os adolescentes da sua igreja têm uma impressão do Espírito t Santo, só não sabemos qual! Você pode começar a aula desta semana fazendo a seguinte pergunta: "Quem é o Espírito Santo para você?" Ouça as respostas com atenção. Certamente, haverão respostas confusas ou atabalhoadas, mas não se preocupe. Para corrigirmos certas informações equivocadas é que estamos estudando a presente lição.
Entretanto, para além de respondermos as dúvidas dos nossos adolescentes, o objetivo desta aula é para que eles sintam-se encorajados a buscarem uma experiência espiritual com Deus. Entretanto, o que se deve esclarecer para eles, ao longo da aula, que esta experiência só torna-se possível através do Espírito Santo, mas não podemos fazer do nosso momento de estudo da Bíblia, na Escola Dominical, um "culto de avivamento". A ideia não é essa. Se o Espírito Santo quiser agir na vida dos nossos adolescentes, Ele o fará naturalmente. Nada impede, porém, que ao final da aula, ou no início, você faça um momento devocional para clamar a Deus a fim de que o Santo Espírito atue na vida da sua classe.

Professor, às vezes os adolescentes são cobrados em demasia pêlos adultos da igreja. Todavia, esta fase, como foi expressa anteriormente por nós, é marcada pela transição de ideias e muitas e muitas dúvidas sobre assuntos diversos. Precisamos ter paciência com eles e, igualmente, sermos referências de vida no Espírito para que os nossos adolescentes sejam estimulados a viver a plenitude do Espírito Santo. Não há conversão sem que ela seja provocada, estimulada e "resultado" pelo Espírito Santo de Deus. Boa aula!

O Espírito Santo é quem sustenta a Igreja de Cristo no mundo. Há mais de dois mil anos Ele dirige a Igreja, isto é, o Espírito a guia, direciona e guarda. E você? Reconheceu-se um pecador que precisa de um Salvador? Então és a Igreja de Cristo, constituída não por prédios ou tendas, mas por pessoas iguaizinhas a você e eu: falhas, defeituosas e inconstantes. A Terceira Pessoa da Santíssima Trindade foi enviada pelo Filho para ser parceira da Igreja, que é formada por nós. Essa Terceira Pessoa é amiga do povo chamado por Deus, companheira de pessoas, intercessora de adolescentes (Rm 8.26) que decidiram por Jesus como Senhor e Rei das suas vidas. Por isso estudaremos sobre a pessoa do Espírito Santo: "Quem é", "a Sua Natureza" e "Obra".

QUEM É O ESPÍRITO SANTO?
Deus!
Sim, o Espírito Santo é Deus, igual com o Pai e o Filho, juntos numa só divindade. Ele é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade (Mt 28.19; 2 Co 13.13). Desta forma, o Santo Espírito não é uma força ou um raio cósmico, semelhante aos desenhos animados, mas uma pessoa como o Pai e o Filho o são. Lembra de pronome pessoal usado pela Gramática da Língua Portuguesa? E pronome pessoal, porque o pronome se refere a uma pessoa.

A Bíblia Sagrada usa o pronome pessoal "Ele" também para se referir ao Espírito Santo: "Quando o auxiliador vier, Ele convencerá" (Jo 16.8) e "quando o Espírito da verdade vier, ele ensinará toda a verdade a vocês" (Jo 16.13). Igualmente, as Escrituras demonstram aspectos pessoais do Espírito Santo tais como "O vento sopra onde quer, e ouve-se o barulho que ele faz, mas não se sabe de onde ele vem, nem para onde vai. A mesma coisa acontece com todos os que nascem do Espírito", e "porém é um só e o mesmo Espírito quem faz tudo isso. Ele dá um dom diferente para cada pessoa, conforme ele quer" (Jo 3.8; 1Co 12.11). O Bom Companheiro tem vontade, sentimento e desejo. Ele é quem conduz a nossa vida, embora muitas vezes a vontade do Espírito não concorde com a nossa. Num primeiro momento, as nossas escolhas, não respaldadas por Ele, são confrontadas e rejeitadas. Então aparece a tristeza, a frustração e a decepção. Contudo, quando somos confrontados diante da nossa vontade, o Espírito Santo revela-se a nós através da Palavra ou diretamente ao nosso coração sobre coisas que momentaneamente não enxergávamos, porém, agora, iluminados por Ele, as contemplamos e as percebemos desvendando o grande livramento de Deus para conosco. O Espírito Santo está em nós!
Clique e acesse
AUXILIO TEOLÓGICO
A Bíblia de f s tudo Pentecostal apresenta o seguinte estudo doutrinário: é essencial que os crentes reconheçam a importância do Espírito Santo no plano divino da redenção. Sem a presença do Espírito Santo neste mundo, não haveria a criação, o universo, nem a raça humana (Gn 1.2; Jó 26.13; 33.4; SI 104.30). Sem o Espírito Santo neste mundo, não teríamos a Bíblia (2 Pé 1.21), nem o NT (Jo 14.26; 1Co 2.10) e nenhum poder para proclamar o evangelho (At 1.8). Sem o Espírito Santo, não haveria fé, nem novo nascimento, nem santidade e nenhum cristão neste mundo. Este estudo examina alguns ensinamentos básicos a respeito do Espírito Santo.

O Espírito Santo é a terceira pessoa do Deus Eterno, Trino e Uno (Mc 1.1). Embora a plenitude do seu poder não tivesse sido revelada antes do ministério de Jesus e, posteriormente, no Pentecostes (At 2), há trechos do AT que se referem a Ele e à sua obra.

1. O termo empregado.
A palavra hebraica para 'Espírito' é ruah que, às vezes, é traduzida por 'vento' e 'sopro'. Sendo assim, as referências no AT ao sopro de Deus e ao vento da parte de Deus (Gn 2.7; Ez 37.9,10,14) também podem referir-se à obra do Espírito de Deus.

2. A pessoa do Espírito Santo.
Através da Bíblia, o Espírito Santo é revelado como Pessoa, com sua própria individualidade (2 Co 3.17,18; Hb 9.14; 1Pe 1.2). Ele é uma Pessoa divina como o Pai e o Filho (At 5.3,4). O Espírito Santo não é mera influência ou poder. Ele tem atributos pessoais, a saber: Ele pensa (Rm 8.27), sente (Rm 15.30), determina (1Co 12.11) e tem a faculdade de amar e de deleitar-se na comunhão. Foi enviado pelo Pai para levar os crentes à intima presença e comunhão com Jesus (Jo 14.16-18,26). À luz destas verdades, devemos tratá-lo como simbólicas que a Bíblia revela aos leitores do mundo inteiro. Para entender essas características não há método melhor que o do estudo sobre os nomes mencionados na Bíblia acerca do Espírito Santo:
a) Espírito Santo.
Deus Pai é "Santo" e "Santo" também é o Deus Filho. Logo, o Espírito Santo é "Santo". Ah, que redundância! Sim, para te mostrar que o nome "Espírito Santo", mencionado na Bíblia, é um nome pessoa, que é, e considerá-lo Deus vivo e infinito em nosso coração, digno da nossa adoração, amor e dedicação (Mc 1.11) (Dicionário do Movimento Pentecostal. Rio de Janeiro, CPAD, 2014, p.285).

A NATUREZA DO ESPÍRITO SANTO
Sobre a natureza do Espírito Santo nos referimos a uma série de características penetra próprio cujo principal atributo é a "Santidade". Santo significa "puro", "limpo". Na Bíblia, essa palavra refere-se às pessoas separadas por Deus para fazerem a vontade divina.

O Senhor Jesus foi chamado de o "Santo de Deus", pois foi ungido para servir aos povos fazendo a vontade do Pai (Mc 1.24; Lc 1.35; 4.18-19). O Espírito Santo foi enviado pelo Filho para nos convencer do pecado, nos santificar e nos consolar (Jo 16.8-11): esta é a vontade do Pai. Quantos erros nós cometemos por bobagens? Mentimos para as pessoas que nos amam, os nossos pais; machucamos colegas queridos; desrespeitamos pessoas mais velhas.

O Espírito Santo veio para nos convencer do mal que há em nós. Até quando ficará assim, fingindo que não é com você?
Ele nos chamou para sermos santos!

b) Espírito de Verdade.
O Espírito Santo é da Verdade. Nele não há mentira, só Verdade! Ele revela a verdade sobre Jesus (Jo 16.14) e sobre nós mesmos (SI 51.16). Não adianta mentir para o Santo Espírito, pois mentiríamos pra nós mesmos.

c) Espírito de Amor.
O Santo Espírito é todo amor. Beleza de amor! O que você faz quando está amando alguém? Deseja agradar, respeitar, se aproximar. O amor do Espírito é o mesmo do Pai e do Filho. A Santa Trindade trabalha junta e unida para encher-nos deste amor (Rm 5.5). Ame!

d) Espírito de Poder.
Em Atos, capítulo 2, a Bíblia revela o poder do Espírito Santo. Este poder enche a nossa vida de Deus (At 1.8). Através dEle podemos desfrutar do poder divino para sempre. O Batismo no Espírito Santo, depois da salvação, é a experiência espiritual mais extraordinária na vida de um adolescente cristão. Comigo aconteceu aproximadamente aos dezenove anos. E contigo?

e) Espírito de Sabedoria e de Revelação.
Através do Santo Espírito podemos conhecer as riquezas do mundo espiritual. Ele penetra ainda nas "profundezas" de Deus, isto é, onde o nosso conhecimento não pode alcançar. O Espírito é onisciente e conhece todas as coisas. Revelou verdades a Pedro (At 5.3-4), ao apóstolo Paulo (At 16.6-11) e quer revelar também a nós. Busque a sabedoria do Espírito!
MARQUE COM “X” AS RESPOSTAS VERDADEIRAS
a) O Espírito Santo é um poder cósmico ou uma energia ativa.
(   ) Sim     ( X ) Não
b) O Espírito Santo é Deus. ( X ) Sim     (    ) Não
c) O Espírito Santo não é urna pessoa, isto é, não tem vontade, sentimento e desejo. ( ) Sim ( X ) Não

A OBRA DO ESPÍRITO SANTO
Na lição anterior vimos o milagroso nascimento de Jesus de Nazaré. O Espírito Santo operou na vida de nosso Senhor. Maria, a mãe de Jesus, concebeu Jesus através do Espírito Santo. Através dEle, Jesus de Nazaré fez-se a Palavra Viva (Lc 1.35; Mt 1.20); o Verbo de Deus; o Pão Vivo que desceu do céu.

O Evangelho de Lucas conta-nos que Jesus aplica a profecia de Isaías a si mesmo, afirmando que o Espírito o nomeou e o enviou para pregar aos povos: "O Senhor me deu o seu Espírito. Ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres e me enviou para anunciar a liberdade aos presos, dar vista aos cegos, libertar os que estão sendo oprimidos e anunciar que chegou o tempo em que o Senhor salvará o seu povo" (4.18,19). Pelo Santo Espírito, Jesus de Nazaré andou pelo antigo Israel pregando o Reino de Deus e dizendo "Arrependei-vos!". Quem ouvisse a Jesus e acolhesse o Evangelho no coração entrava no Reino de Deus de uma vez por todas.

O Espírito Santo operou na vida do nazareno no seu ministério terreno, de modo que esta operação também nos alcançou. Hoje, Ele é quem aplica em nós a obra da salvação, operada por Jesus na Cruz do Calvário. O Espírito Santo da Promessa nos convence do pecado, da justiça e do juízo, ou seja, Ele apela para as nossas consciências a fim de nos convencer do erro e do mar de lama onde nos encontrávamos um dia.

Não há lugar profundo e mais verdadeiro que o da nossa consciência. Aqui, não podemos nos enganar porque bem sabemos o que praticamos e se é ou não verdadeiro.
Poucas são as pessoas que podem dizer: "Tenho um amigo de verdade." O verdadeiro amigo não é aquele que joga os nossos erros para baixo do tapete. Não espere isto do Espírito Santo! Este, diferentemente de muitos "outros amigos", confronta o nosso caráter. O amigo verdadeiro é aquele que diz realmente quem nós somos. O Espírito Santo é este amigo que você precisa, Ele deseja ter uma verdadeira amizade contigo.

AUXÍLIO TEOLÓGICO
Como Promessa
E difícil sugerir que um dos títulos ou propósitos do Espírito Santo seja mais importante que outro. Tudo que o Espírito faz é vital para o Reino de Deus. Há, no entanto, um propósito, uma função essencial do Espírito Santo, sem a qual tudo quanto se tem dito a respeito dEle até agora não passa de palavras vazias: o Espírito Santo é o penhor que garante nossa futura herança em Cristo [...] [Ef 1.13,14; 2 Co 5.1-5; ver também 2 Co 1.22; Ef4.30].

[...] O conhecimento intelectual da Bíblia não é o conhecer a Deus. Muitos teólogos e comentaristas da Bíblia — os quais conheci pessoalmente ou apenas através dos seus escritos — sabem mais a respeito de religião, história da Igreja, conteúdo da Bíblia e teologia do que muitos que se definem como cristãos. Mesmo assim, nunca reconheceram a reivindicação do Espírito Santo nas suas vidas, nem se renderam a Ele. Não têm nenhuma experiência com Deus em suas vidas. Acreditam que, se eles não tiveram nenhuma experiência com Deus, não é possível que outra pessoa a tenham. Negam, portanto, a existência de Deus e criticam os cristãos, dizendo que estes interpretavam suas experiências subjetivas como a atividade de Deus na sua vida [...].

Agora, podemos começar a dar o devido valor à importância da obra do Espírito Santo como sinal da inclusão do crente no corpo de Cristo e como sinal diante da Igreja. O Espírito Santo confirma não somente a ressurreição, mas também, por extensão, a veracidade das Escrituras. Sem o penhor ('primeira prestação') do Espírito Santo para nos ensinar, guiar na verdade e dar testemunho de Cristo, não haveria hoje igreja nenhuma, porque não haveria Evangelho a ser pregado" (Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal, CPAD, 2007, pp.401-02).

RECAPITULANDO
Nesta lição estudamos sobre o Espírito Santo. Vimos que a Bíblia o trata como uma pessoa que tem personalidade, vontade, sentimento e desejo — não se trata, portanto, de uma força ativa, cósmica ou de uma energia presente nos desenhos animados. Estudamos igualmente a sua natureza, através dos nomes mencionados no texto bíblico e demonstramos que a sua pessoa é "santa", "verdadeira", "amorosa", "poderosa" e "sábia". Que o Espírito Santo operou na vida de Jesus de Nazaré como Palavra Encarnada e, hoje, opera em nossas vidas para sermos salvos pela Graça de Deus por Cristo Jesus, o nosso Senhor.
O Espírito Santo é o Bom Companheiro enviado pelo Filho para dirigir as nossas vidas e guiar-nos por todos os lugares que tivermos de passar. Ame o Santo Espírito! Viva no Santo Espírito!

REFLETINDO
1. Quem é o Espírito Santo para você?
Reposta livre. Esta pergunta você pode usar ao final da lição ou, como sugerimos a você, na introdução. A ideia é deixar o aluno expressar o que pensa sobre o assunto.
2. O que você entende por Batismo no Espírito Santo?
Resposta livre. A ideia é que o aluno se expresse e o professor anote algumas considerações que devem ser desenvolvidas na lição 7.
3. Que obra o Espírito Santo tem operado na vida da Igreja de Cristo no mundo de hoje?
À luz do que foi estudada, espera-se que o aluno dê algumas respostas que revelem o Espírito atuando na Igreja e no mundo.


Revista de Adolescentes - Professor 1º Tr. 2017 - CPAD/Reverberação: www.sub-ebd.blogspot.com
 
Top